FECHAR
 
Rádio Web Providência    POPUP
 
Irmãzinhas da Imaculada Conceição

Irmãzinhas da Imaculada ConceiçãoO eixo da Vida Consagrada para as Irmãzinhas da Imaculada Conceição é o seguimento de Jesus Cristo, assumindo seu projeto e estilo de vida, expressos no Evangelho e estabelecidos nas Constituições.

A inspiração fundacional, o carisma, a mente e os objetivos da Fundadora, bem como as sadias tradições constituem o patrimônio da Congregação e o caminho de fidelidade e de santidade.

ORIGEM

Sob a ação do Espírito, a Congregação das Irmãzinhas da Imaculada Conceição – CIIC brota do coração de Amábile Lúcia Visintainer e Virgínia Rosa Nicolodi que, fascinadas por Deus, sedentas de santidade, doam-se no serviço aos pobres, na catequese e na assistência aos enfermos e no cuidado da capela, numa atitude constante de busca da vontade de Deus. A Congregação nasce aos 12 de julho de 1890, sob a proteção de Maria e toma o nome de “Imaculada Conceição,” em homenagem à Virgem Imaculada de Lourdes, Mãe da Congregação.

A CIIC é um Instituto Religioso de Direito Pontifício, com votos públicos e de vida fraterna em comunidade.

FINALIDADE
A finalidade primordial da Congregação é a glorificação do Pai, mediante o testemunho e anúncio da Boa Nova de Jesus Cristo, “tornando-o conhecido, amado e adorado por todos e em todo o mundo”, em dinamismo de santificação pessoal e comunitária, na Igreja, a serviço do Reino de Deus, conforme o Espírito Santo suscita. Neste sentido, a Irmãzinha é chamada e enviada por Deus para ser sinal de Jesus Cristo no mundo. Compromete-se a lutar a favor da vida a partir das Bem-aventuranças e a comunicar a Boa Nova do Salvador para a libertação de todas as pessoas, especialmente as mais pobres e injustiçadas.

ESPÍRITO
O espírito que move a Congregação é de Simplicidade, Humildade e Vida Interior. Pela Simplicidade, a Irmãzinha assume atitudes de transparência, verdade, ternura, compaixão e abandono nas mãos de Deus. Pela Humildade, assume uma atitude de abertura e entrega à vontade de Deus, como Maria e Madre Paulina. Acolhe com amor e alegria os seus desígnios e serve aos mais necessitados numa atitude de “lava-pés”. Pela Vida Interior, a Irmãzinha experimenta o amor gratuito de Deus, respondendo com a doação incondicional de sua vida de oração e contemplação. Assim vivenciou Madre Paulina: “A presença de Deus me é tão íntima, que me parece impossível perdê-la”.

ESPIRITUALIDADE
Madre Paulina encontrou inspiração e força para uma vida de amor-doação na Eucaristia, como centro de sua vida e em Maria Imaculada para testemunhar e anunciar Jesus Cristo como modelo. Consequentemente, a espiritualidade das Irmãzinhas é Eucarístico-Marial. Centrada no Mistério Pascal, essa espiritualidade inspira-se: nas raízes inacianas, marcada pelo respeito à pessoa humana, amor à igreja e ao trabalho, pela coragem em assumir riscos, pela vida de oração e na doação constante pelo Reino de Deus; no testemunho de Madre Paulina, sua experiência de Deus e inserção na realidade, sua atitude de serviço aos pobres: acolhimento, ternura, compaixão, solidariedade com os sofredores, audácia e espírito missionário; nos clamores da realidade e nos sinais dos tempos.

A Irmãzinha fundamenta sua espiritualidade: na Palavra de Deus como alimento, força e luz para sua consagração e para a missão; na atitude do esvaziamento de Cristo-Servo: “Eis que venho, ó Pai, para fazer a tua vontade”; na atitude de entrega de Maria, acolhendo em si o Verbo: “Eis aqui a Serva do Senhor, faça-se em mim segundo a tua palavra”; na atitude de Madre Paulina, buscando a vontade de Deus: “Volontà di Dio, paradiso mio”, “Amemos a Jesus e nada mais, façamo-nos todas santas”, haurindo forças e coragem na Eucaristia, para que a Congregação cresça e Jesus seja conhecido, amado e servido.

LEMA
A Congregação assumiu por muitos anos o lema: “Amemos a Jesus e nada mais. Façamo-nos todas santas”, significando o seguimento radical a Jesus Cristo, no serviço aos mais necessitados e na coragem de viver os valores do Reino de Deus. Madre Paulina viveu este lema e nele fortaleceu sua vida e opção, tornando-se “toda de Deus e toda dos Irmãos”. As Irmãzinhas, seguindo seu exemplo, assumem o lema: “Toda de Deus e toda dos irmãos e irmãs”.

MISSÃO

A Missão da Congregação fundamenta-se no imperativo do Evangelho: “Ide por todo o mundo…”, nos ideais da Fundadora, em comunhão com a Igreja e na sensibilidade aos sinais dos tempos.

Tendo Maria como exemplo de consagração e como intercessora, a Irmãzinha procura encarnar a Palavra de Deus em sua vida, na contemplação e na ação, oferecendo-se à humanidade a serviço do Evangelho.

A Irmãzinha, vivendo e assumindo em comunidade a missão de Jesus, constitui-se na Igreja sinal de serviço para o Reino de Deus. Anuncia e testemunha com alegria e simplicidade a Boa Nova da Libertação na área da educação, da geriatria, da promoção social, da inserção nos meios populares, da ação pastoral, da saúde, em outros trabalhos e serviços de apoio, de acordo com a realidade. A exemplo de Jesus Cristo a quem o Pai consagrou e enviou ao mundo, é consagrada e enviada a assumir também a missão além-fronteira.

VIDA DE ORAÇÃO

Santa Paulina, alimenta sua vida na oração e na contemplação; lança-se; enxerga longe as necessidades dos irmãos e irmãs no dia-a-dia e as assume com alegria. Já não se pertence; é a mulher “toda de Deus e todas dos irmãos e irmãs”. Para a Irmãzinha, são indispensáveis a oração e o espírito de simplicidade que, vivenciados num clima de louvor e gratuidade ao Senhor, aumentam-lhe a fé. O espírito de sacrifício dá-lhe conforto e esperança, levam-na a dedicar-se às pessoas, a ser fiel na ação evangelizadora e a torna capaz de formar comunidade e de unir-se a Igreja orante.

CARISMA: FONTE DE VIDA E DOAÇÃO
Atender ao clamor é o programa de vida de Santa Paulina. À semelhança do Deus terno e compassivo do Êxodo (cf. Ex 3, 7-9), ela vê, ouve e responde ao clamor do povo por mais vida. Revela o rosto materno de Deus. “A mãe será capaz de se esquecer, ou deixar de amar algum dos filhos que gerou? E se existir acaso tal mulher, Deus se lembrará de nós em seu amor”.

Dócil ao espírito de Jesus e suscitada por ele, busca nas atitudes do Mestre a inspiração da sua missão.

Toda de Deus, pode responder às urgências humanas, religiosas e sociais do seu tempo.

Seu desejo? – Servir sempre, disponivelmente, atendendo as pessoas. Seu amor não tem limites. Sabe o que quer e persegue este querer que se identifica com o de Deus.

As Irmãzinhas iniciam seu caminho na história tendo como base firme o dom do espírito de Jesus derramado no coração de Amábile (Santa Paulina), transmitido às primeiras Irmãs, aprovado pela Igreja e seguido na fidelidade criativa até o presente.

A Congregação das Irmãzinhas da Imaculada Conceição recebeu como herança de Santa Paulina e de suas continuadoras imediatas este Carisma profético: Sensibilidade para perceber os clamores da realidade e disponibilidade para servir aos mais necessitados e aos que estão em situação de maior injustiça, vivendo com espírito de simplicidade, humildade e vida de oração, tendo como espiritualidade a Eucaristia e Maria Imaculada, vivendo numa comunidade religiosa e conservando as sadias tradições, para que o reino seja propagado e Deus glorificado.

Este carisma é uma riqueza evangélica que brota da maneira própria de Santa Paulina seguir e contemplar Jesus Cristo, que se compadece do sofrimento do povo e vai ao encontro de seus anseios e necessidades para libertá-lo.

TESTAMENTO
Atualmente, a Congregação é uma expressão comunitária de serviço e testemunho de fé, promove a vida nas diversas dimensões, dialoga com outras religiões e culturas, sendo presença significativa na missão além fronteira.

A Congregação nasceu na pobreza e tem sua história no serviço aos mais necessitados e os que estão em situação de maior injustiça, em hospitais e santas casas, nos centros de terapias naturais, lares para idosos, creches, missões indígenas, nas escolas para atender a infância e a juventude, nos meios de comunicação social e nas diferentes pastorais. Através da ação evangelizadora, a Irmãzinha faz sua a missão de Jesus Cristo.

A fonte de vida das Irmãzinhas, ou seja, a espiritualidade que as sustenta é Jesus na Eucaristia e uma filial devoção à virgem Imaculada e a São José, que desde o início foram inspiração e força na caminhada. Assim motivadas, as Irmãzinhas querem realizar o ideal missionário transmitido por Santa Paulina: “tornar Jesus conhecido, amado e adorado por todos em todo o mundo”.

Santa Paulina, mulher da enxada e bóia-fria, mulher tecelã e do trabalho, mulher dos pobres e doentes; por isso ‘toda de Deus e toda dos irmãos e irmãs’, deixou como testamento:

– Sede bem humildes.

– Confiai em Deus e em Maria Imaculada.

– Permanecei fiéis e adiante!

– Santa caridade entre vós e, especialmente, para com os doentes das Santas Casas, dos Asilos etc..

– Tende grande amor à prática da santa caridade.

– Está terminada a minha missão; morro contente.

– Dou, de todo o coração, a vós todas a minha bênção – MPBD – p.416 (1986).

AÇÃO EVANGELIZADORA
As Irmãzinhas da Imaculada Conceição tem como centro e fundamento, para o qual converge sua existência, suas energias, seus sonhos e sua ação missionária a pessoa de Jesus de Nazaré. Ele chama cada uma pelo nome e as envia para anunciar a todos/as, a Boa Nova do Reino.

Respondendo a este chamado, as Irmãzinhas colocam-se a caminho, no seguimento de Jesus Cristo, para ser memória viva do seu modo de ser e agir: pobre entre os pequenos e simples, doando a vida por amor, de maneira orante, obediente e fiel ao projeto do Pai até o sacrifício.

Como discípulas, no desejo de prolongar a prática de Jesus, modelo de inculturação e fonte da ação evangelizadora, as Irmãzinhas assumem o compromisso de defender a vida onde quer que ela esteja ameaçada.

Tendo Maria de Nazaré e Santa Paulina, como exemplos de consagração e como intercessoras, as Irmãzinhas procuram encarnar a Palavra de Deus em suas vidas, na contemplação e ação, oferecendo-se à humanidade a serviço do Evangelho.

Vivendo e assumindo em comunidade a missão de Jesus, as Irmãzinhas constituem-se na Igreja sinal de serviço para o Reino de Deus. Anunciam e testemunham, com alegria e simplicidade, a Boa Nova da vida nas áreas da: Educação, 3ª Idade, Promoção Social, Pastoral, Saúde, em outros trabalhos e Serviços de Apoio, de acordo com as necessidades da realidade.

Fazendo memória de Jesus Missionário que veio à terra enviado por Deus, as Irmãzinhas também partem do seu país e de sua cultura e assumem a missão além fronteira.

Elas promovem em todos os campos de trabalho a Ação Evangelizadora a partir dos empobrecidos e necessitados. Direcionam nesta ótica, a filosofia das Instituições e Entidades onde atuam, articulando forças na transformação da sociedade e partilhando com os/as leigos/as o Carisma suscitado pelo Espírito e concretizado por Santa Paulina na sua Obra: a Congregação das Irmãzinhas da Imaculada Conceição.

ÁREAS DE EVANGELIZAÇÃO
O Carisma da Congregação: “Sensibilidade para perceber os clamores da realidade e disponibilidade para servir aos mais necessitados e aos que estão em situação de maior injustiça”, se concretiza nas diversas áreas de evangelização que assumimos:

Educação
Atuamos em escolas particulares, públicas e educação popular, buscando ser uma presença que torne as Instituições, os meios populares e outros, um ambiente evangelizador e missionário. Fazemos da Educação um “Serviço à Vida”.

Saúde
Exercer a cidadania de modo que influencie a participação na Política de Saúde, sendo presença solidária com os que têm a vida ameaçada, junto às pessoas com HIV/AIDS, em parceria com outras instituições:

Terceira Idade
Realizar trabalho comunitário junto aos idosos, integrando-os num serviço transformador; integrar-se na Pastoral da Solidariedade nas Paróquias; atuar em Lares Geriátricos…

Pastoral
– Atuar nos diferentes níveis: de Coordenação, Assessoria e Execução;

– Inserir-se nas periferias e nos meios populares;

– Animar as Comunidades Eclesiais de Base;

– Assumir áreas de serviço, pastorais e projetos alternativos;

– Exercer o ministério da acolhida, escuta, visita e aconselhamento;

– Exercer a Pastoral dos Santuários no Santuário Santa Paulina – Vígolo – Nova Trento.

Serviços de Apoio
– Ser sensível às necessidades das co-irmãs e das pessoas que chegam em nossas casas.

Atuando em todas essas áreas de Evangelização, a Irmãzinha consciente de sua vocação e dignidade de mulher consagrada, busca seu lugar e posição na sociedade e na Igreja, ocupa espaços de decisão e serviço para gerar novas formas de vida e ser sinal da ternura de Deus.