FECHAR
 
Rádio Web Providência    POPUP
 
Comunidade Arco Íris

Comunidade Arco Íris Um problema velho e de difícil solução, na região acreana, foi sempre o consumo de álcool.

Com o passo dos anos veio a agravar-se com a chegada da droga, de forma assustadora na região, fronteira com Peru e Bolívia.

As autoridades locais, preocupadas pela situação, juntamente com a autoridade eclesiástica, procuraram solução na Itália.

Alguns documentos escritos nos relatam o processo acontecido: “A entidade ‘Caminho Aberto’, nasceu em 1995, na cidade de Lucca, na Itália, num encontro entre Dom Moacyr, o ex-prefeito de Rio Branco, Jorge Viana, e Dom Bruno Frediani, presidente do Centro italiano de solidariedade (CEIS). O projeto oferece à sociedade uma acolhida, nos primeiros encontros, por meio de um terapeuta, que fará uma análise sobre a pessoa, ambiente familiar, etc. Tudo isso será um começo de terapia. O atendimento será no salão da Catedral das 14 às 17 horas nos dias de segunda e quintas feiras. Depois a terapia, será na Comunidade Arco Íris, na estrada de Porto Acre, durante vários meses de internação. E por fim a reintegração. É louvável visitar este lugar para ter uma noção mais exata do atendimento”.

Uma equipe italiana, formada por Luca Casotti, Paulo Pera e Claudia de Paoli, veio até Rio Branco para começar os trabalhos, e colocar os fundamentos da nova vida que devia começar na Comunidade criada para acolher os dependentes químicos.

Foi criada a “Associação Caminho Aberto”, para todo o processo de tratamento e recuperação, com a “Comunidade Arco Íris”, na estrada de Porto Acre, para a internação. Dita Associação, com estatutos e contabilidade próprios, tinha como presidente o Bispo da Diocese.

Foram muitas as pessoas que passaram e conseguiram a sobriedade com a metodologia de laborterapia, trazida da Itália.

Com o passo dos anos a Associação foi ficando em mãos de acreanos e surgiram alguns problemas para sua continuidade.

Assim, “No dia 03 de março de 2006, no salão de reuniões da Cúria diocesana teve lugar a Assembleia da Associação Caminho Aberto, para decidir sobre sua dissolução ou continuidade. Foi decidido por votação, 26 votos a favor e 02 abstenções, sua dissolução. Também por votação da maioria foi decidido que seu patrimônio fosse repassado para as Obras Sociais da Diocese. Os trabalhos iriam continuar do mesmo jeito, mas a partir desse momento, com a direção, administração e total responsabilidade por parte da Diocese”.

A partir daquele dia passou a chamar-se “Comunidade Arco Íris” e faz parte das Obras Sociais da Diocese de Rio Branco.

No ano de 2010 a residência da Comunidade Arco Íris foi reformada, construção em alvenaria, e equipada para receber 24 homens, em regime de internação.

Nesse mesmo tempo, abriu-se também uma nova casa, dentro da área da Casa de Acolhida Souza Araújo, para os internos em fase de reinserção.

O processo de tratamento e recuperação se inicia com a triagem, a chamada “Primeira Fase”, que se realiza no escritório das Obras Sociais, na avenida Getúlio Vargas, junto aos parentes e familiares mais próximos.

A chamada “Segunda Fase” consiste na internação, durante nove meses na Comunidade Arco Íris, na estrada de Porto Acre, km 18.

A “Terceira Fase”, tempo de reinserção familiar e social, acontece na situada dentro da área da Casa de Acolhida Souza Araújo, na BR-364, km 10.

E, a “Quarta Fase”, com os que já conseguiram a sobriedade, em reuniões periódicas de apoio, na sede das Obras Sociais e com plantões, em regime de voluntariado, na Comunidade Arco Íris.

Alguns belos testemunhos nos falam da importância e do bem que realiza a “Comunidade Arco Íris” na sociedade acreana:

“Mais um sábado de voluntário nessa linda e maravilhosa casa de Deus: Comunidade Arco Íris. Voltei renovado e com certeza mais confiante do que eu quero para mim. Espero ter ajudado esses jovens a seguir seus objetivos. Parabéns a cada um que admitiu sua dependência e está à procura de mudança. Acredito nisso. Acredito em Deus. Não podemos acabar com as drogas, mas podemos recuperar uma vida”. (Kleyton Aquino. Voluntário da Comunidade Arco Íris)

“Sou voluntário da Comunidade Arco Íris. Para mim os internos que buscam recuperação são como minha família, meus irmãos. Amo cada um deles. Sou apaixonado pelo trabalho das Obras Sociais. Pretendo me formar em Assistente Social ou Psicologia. E o meu maior sonho, além de ser feliz com minha família, é ser monitor da Comunidade Arco Íris. Poder ajudar da mesma forma que fui ajudado”. (RocildoArlei Neves. Voluntário da Comunidade Arco Íris)

“Posso afirmar que aquela casa significa o meu Despertar, que ainda Posso e que sou Capaz, apesar de ter perdido 30 anos de oportunidades.A comunidade Arco Íris é um lugar único, pois, enquanto trata o dependente químico com a laborterapia, grupo de autoajuda e espiritualidade, nossa família também é preparada e orientada pela equipe a lidar com as diversas situações que persistem em nos acompanhar, pois, hoje,tanto eu como a minha família compreendemos que aquela casa foi a porta da nossa Mudança e, acredito que de muitos outros. Glorifico e peço ao Senhor que vamos lutar até o fim pela minha sobriedade e serenidade da minha família”.(Jean Silva de Souza. Voluntário da Comunidade Arco Íris)

“A Comunidade Arco Íris significa para mim um lugar de um novo renascimento. Foi lá que consegui ter minha vida de volta,conquistei meu caráter, minha dignidade e vontade de viver. Não sei como estaria se não tivesse conhecido a Comunidade.Nela aprendemos a ser pessoas boas,ter respeito com o próximo e ter uma boa espiritualidade. Hoje sou outra pessoa graças ao trabalho que a Comunidade fez sobre mim. Hoje estou feliz por viver uma vida em sobriedade, com meu esforço, com muita luta e com ajuda de uma casa abençoada por Deus.A Comunidade me ajudou bastante e foi lá que encontrei forças para viver, e para batalhar por meus objetivos. Tudo o que vou conseguir vai ser graças a ela. Só tenho a agradecer à Comunidade e aos membros que ali trabalham. Valeu por tudo!”.(Lewildo Ferreira Monteiro. 4ª- fase)

“Na Comunidade aprendi a refletir sobre minhas ações. Com muita paciência, por parte de todos, acordei para o tratamento e este começou a fluir dentro de mim. Passei a gostar da casa e ajudar também no que era possível. O envolvimento da minha família me ajudou muito no meu tratamento, pois eles jamais me abandonaram em nenhum momento. Hoje me sinto uma pessoa mais humilde, com mais aceitação e estou pronto se alguém precisar de mim. Quero ser uma pessoa de cabeça erguida, de sorriso limpo. Na casa aprendi a enfrentar as dificuldades de frente e a superá-las. Sou muito grato a essa casa. A equipe, apesar de eu ter dado muito trabalho não desistiu de mim e, foi na casa, onde aprendi a ter gosto pela vida e sentir o sabor da sobriedade e aproximação de Deus. Obrigado Arco Iris: Por tudo, e que muitas vidas ainda sejam salvas e recuperadas, através dessa casa!”.(Thiago Ferreira dos Santos. 3ª Fase)

“A Comunidade Arco-íris significa uma nova vida, uma nova historia. Hoje estou trabalhando, mantendo a minha família. Sou um bom filho, bom pai,e um bom esposo. Só tenho que agradecer a Deus e todas as pessoas que ajudam na casa,por ter me ajudado quando eu mais precisei. Sai da prisão para a liberdade. Sou muito grato pela casa. Eu tenho um recado para dar: continue no seu tratamento, pois é só na Comunidade que a gente aprende a ter uma nova visão e amar a vida. Hoje o Arco Íris é minha segunda família. Só tenho que agradecer pela gratidão da casa para comigo. Viva o ArcoÍris!, Viva!, Viva!, Viva!!!!!”.

III Livro de Tombo da Diocese de Rio Branco. Pág. 179
Dom JoaquínPertíñez. Memória de 10 anos ao serviço da missão. Cúria diocesana.

HINO DA COMUNIDADE ARCO ÍRIS
LETRA E MUSICA: Pe. Asfury

REGISTRO GERAL (RG): 027279-SSP/AC

CADASTRO DE PESSOAS FÍSICAS (CPF): 155385162-53

LOCAL DA COMPOSIÇÃO: Rio Branco – AC.

PERÍODO DE COMPOSIÇÃO: 01 DE NOVEMBRO 2012 A 21 DE JANEIRO DE 2013



EU QUERO, QUERO VER DO MEU QUINTAL…



EU QUERO VER O MEU QUINTAL COM MUITAS FLORES;

EU QUERO VERO MEU QUINTAL COM MUITAS CÔRES;

EU QUERO, QUERO, QUERO VER MEU QUINTAL … (Bis)



EU QUERO VER O MEU QUINTAL COM BEIJA-FLORES;

EU QUERO VER O MEU QUINTAL COM MIL SABORES;

EU QUERO, QUERO, QUERO VER O MEU QUINTAL … (Bis)



O ARCO-ÍRIS QUERO VER LINDO, NO CÉU,

COM SEU DESIGNER, EM FORMA DE UM GRANDE VÉU;

EU QUERO, QUERO, QUERO VER DO MEU QUINTAL…(Bis)



A ESTRELA DA MANHÃ EU QUERO VER

NAS MADRUGADAS , ANTES DO AMANHECER;

EU QUERO, QUERO, QUERO VER DO MEU QUINTAL…(Bis)



O MEU QUINTAL, VOCÊ NÃO SABE, MAS AGORA VAI SABER!

ABRA A MENTE, O CORAÇÃO, MEU IRMÃO, E PODE CRER:

O MEU QUINTAL É MINHA VIDA, É MEU VIVER;

MINHA CRUZ, MINHA DOR,MEU SOFRIMENTO, MEU PADECER…

MAS, COM FÉ NA CAMINHADA, A ESPERANÇA RENOVADA, IREI VENCER! (Bis)



O ARCO-ÍRIS É PRÁ MIM SINAL DE DEUS:

DA-ME A CERTEZA QUE SOU UM DOS FILHOS SEUS;

SEREI AMADO SENDO NEGRO, SENDO POBRE OU PEBLEU…

JESUS DEU PROVA DISSO EM UM ENCONTRO COM O PECADOR ZAQUEU:

POR SEU INFINITO AMOR, O CONVERTEU



A ESTRELA DA MANHÃ É MINHA GUIA;

ME ORIENTA NO CAMINHO DIA-A-DIA

FAZ-ME SENTIR IRMÃO DE CRISTO E MAIS UM FILHO DE MARIA :

QUANDO, DO ALTO DA CRUZ, GOTA, TODO O SANGUE, SE ESVAÍA,

DISSE: ‘’EIS, MULHER, TEU FILHO’’, AMA, CONFIA!…



ESSE FILHO, HOJE EM DIA, PODES CRER, SOU EU!!!

ESSA FILHA, HOJE EM DIA, PODES CRER, SOU EU!!!

ESSES FILHOS, ESSAS FILHAS, PODEM CRER, SOMOS NÓS!!!



EU QUERO, QUERO VER DO MEU QUINTAL…